Persuasão: Aprenda a Convencer de Forma Efetiva!

O poder da persuasãoQuando vamos à uma entrevista de emprego, ou quando queremos que alguém faça algo, ou até mesmo para conquistar um cliente, usamos o jogo da persuasão.

Persuasão é uma estratégia de comunicação que se baseia em usar uma maneira simbólica ou lógica-racional, para induzir alguém a aceitar uma ideia, atitude ou fazer algo mais especifico.

Essa característica é usada por vendedores, mídia, políticos e até por líderes para incentivar a fazerem o que estão propondo.

Não é só um convencimento momentâneo, mas fazer acreditar verdadeiramente que sua proposta é a melhor.

É uma propriedade que todos podemos ter, por isso vou passar algumas maneiras de utilizar e melhorar seu poder para induzir e persuadir as pessoas!

PersuasãoPrimeiro passo

Como citei a cima, persuasão não é convencer e sim fazer alguém acreditar realmente em você.

Também pode excluir a palavra manipulação, pois quando estamos persuadindo alguém, fazemos isso para que as pessoas façam coisas para seu próprio interesse e benefício. 

Segundo passo

Ter uma boa apresentação: Tanto seu visual, como seu jeito de demonstrar confiança (forma de comunicação verbal e não-verbal), faz com que as pessoas tenham credibilidade sobre o que você fala e faz.

Quando as pessoas sentem-se seguras estando perto de você, elas tendem a se abrir e receber informações com mais facilidade. Estarão receptíveis.

Ser sociável e ser otimista garantem boas possibilidades de conquistar o cliente.

Terceiro passo

Quanto mais conhecimento tiver sobre o assunto em questão, mais fácil será demonstrar o porquê você está certo.

Os indivíduos ouvem com atenção quem tem maior domínio sobre determinados assuntos.

Quarto passo

Crie amizade, pessoas gostam de quem gostam delas e são mais acessíveis para quem tem os mesmos gostos, ou encontram semelhanças.

Quinto passo

A forma de falar determina como o outro vai ouvir.  Cada um tem uma forma de se expressar, portanto, saiba comunicar-se de modo efetivo, com poder e domínio da língua, com expressões pacíficas e harmoniosas. Geralmente quem usa de persuasão, é quem menos fala, pois sabe o momento certo de se comunicar.

Sexto passo 

Escolher o momento de comunicar-se é primordial, tem que saber quando poderá articular sua ideia. No caso, o mais recomendado é fazer isso quando as pessoas estão mais relaxadas, esse é o melhor momento, pois elas estarão mais abertas a um diálogo.

Sétimo passo

A reciprocidade é algo que está no nosso DNA, somos automaticamente forçados a corresponder um favor feito a nós.

Dessa maneira, é sempre bom fazer boas ações, pois podemos usá-las a nosso favor, dado que os outros irão retribuir com boa vontade.

Oitavo passo

Mostrar benefícios é uma boa maneira das pessoas concordarem com você.

Coloque-se no lugar da pessoa, programe o que vai dizer, aja com cuidado, mostre todas as vantagens e benefícios que ela irá ter; assim a receptividade da sua proposta será muito maior.

Nono passo

Saber elogiar, é um passo importante para a persuasão, deve ser um enaltecimento sincero.

O bendizer deve ser dito por reconhecer uma qualidade autentica no indivíduo, e não apenas uma bajulação.

Deve ser espontâneo, de preferência por algo que ninguém nota. Ter cautela com as palavras, para também não parecer exagerado.

Normalmente somos mais abertos quando temos bons sentimentos por alguém, e isso abre uma porta para influenciar tomadas de decisão.

Décimo passo

Conduzir expectativas é uma forma de fazer com que outros tomem as atitudes que incentivamos.

Pessoas ficam com expectativas de algo ou alguma coisa, sempre que a veem e são pequenas atitudes, que levam, por exemplo, uma pessoa a comprar uma televisão: Quando o vendedor diz que iremos amar assistir filmes em 3D na TV nova, ficamos imaginando o filme e começamos a desejar o produto… Essa é uma forma de persuadir de maneira mais discreta, mostrar as facilidades do pagamento, é outra, e assim segue.

Décimo primeiro passo

Mostre urgência nas informações. Deve ser sugerida iminência do resultado, como por exemplo, o mesmo vendedor de televisor acima citado, disse que não tem mais equipamentos no estoque, ele está com o último.

Com essa urgência e escassez, o cliente toma a decisão de levar o apetrecho na mesma hora, sabendo que pode não ter mais, se ele voltar outro dia. Isso é agir com persuasão.

Décimo segundo passo

Quando agimos com persuasão, sabemos quando usar nosso poder.  Sabemos que na conversa, a maior parte do tempo não é para convencer alguém e sim para escutá-lo.

Ter ciência da persuasão que possui, não é usá-la em qualquer momento, mas reconhecer o momento certo e a necessidade certa para saber investir.

Leia mais sobre o assunto!

Curso Gratuito Ensina Como Criar um Blog de Sucesso Passo a Passo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *